Das idiossincrasias nossa de cada dia…

Pegando o gancho do filme que apreciei ontem chamado, O Signo da Cidade, com roteiro e atuação da excelente Bruna Lombardi e direção do não menos brilhante, Carlos Alberto Riccelli onde, o filme mostra de forma bem simples e corriqueira, os dramas pessoais de gente que vive em grandes cidades. Pessoas que em principio, deveriam se sentir amparadas, não deveriam se sentir sozinhas, nem sentir a angustia da solidão, exatamente por estarem em meio a milhões de pessoas, como é a realidade populacional de metrópoles como São Paulo por exemplo.

O caso é que o filme me despertou um curioso pensamento. Por que, apesar de termos convívio social, termos interação e aprendizado em escolas, dividirmos nossa existência com outras pessoas, termos a oportunidade de aprender com os outros, ainda assim, temos essa tendência a sentir e perceber a vida e o contexto a nossa volta, de maneira tão particular? Sabemos, por exemplo, de “n” motivos que nos levam a depressão, sabemos até explica-las, ainda assim, ficamos deprimidos. Por que temos uma visão tão particular de nossa própria existência? Visão essa que por vezes, parece até errada aos olhos de observadores atentos, e que, em nossa concepção, esta correta. O que faz as pessoas se sentirem tão individuais, a ponto de não perceberem que não são tão “únicas” assim?

De fato, não vou tentar responder estas pequenas questões, estou apenas elucubrando acerca das relações humanas e sobre como somos estupidamente simples de longe e, quando nos aproximamos do espelho, “emburrecemos”. Sim porque analisar o problema alheio é fácil, mas, olhe para os seus…complexos não?

Pois bem, talvez as respostas venham nas próximas linhas. Por hora tenho apenas mais perguntas que respostas.

pupa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: